2004-06-11

o eterno retorno

E eis que alguém pergunta: mas porque é que não crias um blogue?

E é então que eu me lembro que *eu tenho* um blogue. Criei-o não sei bem quando, nem bem porquê, mas ele existe. É um facto.

E resolvi então dar-lhe uso. Porque quem não lhe dá uso, é como quem não o tem. E hoje em dia ninguém gosta de se sentir eunuco. E quando digo "ninguém", é só uma forma de expressão, não é que não exista de facto uma pessoa neste mundo tão extenso e intensamente povoado que goste de se sentir eunuco. Eu sei lá, há doidos para tudo.

Olha, eu por exemplo, em relação a.... Bem, mas as minhas maluquices/taradices não são para aqui chamadas.
Nem é por receio que alguém leia isto e desaprove, porque não será muito provável que alguém cá venha ler seja o que for.

Bom, tergiverso. Mais vale parar por aqui antes que este post se torne ilegível para todos os potenciais leitores deste blog, o que só depende da frequência com que tiver ataques de esquizofrenia.

1 Comments:

Anonymous Ferradais said...

Vou passar a ver este blogue. A titulo de vigilância ;)

7:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home